Fundação Sintaf celebra a Semana do Meio Ambiente com Cidadania Ecológica e o Parque do Cocó

48

Palestras do fazendário e escritor Luiz Carlos Diógenes e da professora Ivanna Pequeno lançaram luzes sobre a questão da água, e trilha no Parque do Cocó reuniram membros de diferentes associações para uma manhã de exercício

Na terça-feira, dia 7 de junho, a Fundação Sintaf iniciou a Semana do Meio Ambiente com o seminário Cidadania Ecológica: Vida Sustentável em Harmonia com a Natureza. O evento, transmitido pelo Youtube, contou com a participação de representantes da Secretaria da Fazenda e do Sintaf, do secretário de Meio Ambiente do Estado, Artur Brunho. E um público especialmente convidado: moradores da comunidade do Poço da Draga e alunos da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra.

Sandra Machado, secretária-executiva da Sefaz, abriu o encontro, ressaltando a importância de debater-se a sustentabilidade com todos os setores da sociedade, inclusive e notadamente a Secretaria da Fazenda, que aderiu ao projeto Coleta Seletiva Solidária, da Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Semace). Saulo Toscano, coordenador administrativo-financeiro da Secretaria, apresentou o Programa 3S (Sefaz Solidária Saudável), que consiste de várias pequenas ações capazes de tornar o ambiente interno da casa mais saudável e sustentável. “Desde 2019, reduzimos o uso de combustível fóssil pela metade; também implementamos um sistema de tramitação de processos completamente virtual, e hoje não temos mais papéis em cima de nossas mesas” conta.

 

Em defesa da vida 

Artur Bruno apresentou um histórico global da situação do meio ambiente, mostrou que a grande biodiversidade do Brasil o torna o país mais importante do mundo nesse quesito e afirmou que a situação deve ser analisada criticamente, tendo em mente tanto as gerações presentes quanto as futuras. Dirigindo-se aos moradores do Poço da Draga, afirmou que a questão ambiental é igualmente relevante para eles. “O local é importante para a cidade, o estado, o país e para o mundo. Deve-se pensar global e agir localmente”.

Luiz Carlos Diógenes de Oliveira, fazendário e autor do recém lançado livro “Água, Sustentabilidade e Direitos Fundamentais: diretrizes de Estado socioambiental e cidadania ecológica”, destacou o conceito de equilíbrio dinâmico entre humanidade e natureza, asseverando que, para essa estabilidade ser alcançada, é preciso mudar a percepção de quem são os seres humanos diante da teia ecossistêmica do planeta. Ivanna Pequeno, professora da Urca (Universidade Regional do Cariri) e autora de “Direito à Água: Bem Comum e Governança Participativa”, focou sua exposição no direito do acesso à água, um tema antigo, mas ainda atual, e que necessita da participação ativa não apenas de órgãos públicos, mas das pessoas – das comunidades, dos estudantes.

Liduíno de Brito, diretor geral da Fundação Sintaf, agradeceu aos presentes “por uma tarde de tão rica” e convidou a todos para uma trilha a ser realizada no Parque do Cocó,. Também prestou homenagem a Rosa da Fonseca, líder popular que lutou pelos direitos ambientais, “ela que nossa deixou no dia 1º de junho último”. Lembrou ainda que a partir da terça-feira (14/6), mais de 200 mudas de plantas nativas do Ceará estarão disponíveis na sede da Secretaria da Fazenda para distribuição gratuita com a população.

 

Trilha no Cocó

A Semana do Meio Ambiente foi encerrada com uma trilha de dois quilômetros no Parque do Cocó, na manhã de sábado, dia 11/06. A trilha foi conduzida por um guia do parque, teve uma aula de alongamento com a educadora física Liliane Dias, e a participação de membros da Fundação Sintaf, da Sefaz e da Aafec.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here