Fundação no lançamento do I Prêmio Sintaf de Jornalismo na Assembleia Legislativa

178

No Auditório Murilo Aguiar, Diretor Geral, Liduíno de Brito, destacou a “solidariedade” como ferramenta de mudanças, o papel dos servidores da Sefaz na construção de uma sociedade mais igualitária, reconhecendo a importância da divulgação da atuação dos fazendários cearenses pelos profissionais da imprensa local, por meio de um jornalismo sério. 

A temática “O presente e o futuro do fisco estadual cearense” certamente inspirou os profissionais de imprensa presentes em bom número à solenidade de lançamento da primeira edição do Prêmio Sintaf de Jornalismo (SintafJor 2022), na manhã de quinta-feira (9/3). Lá eles estiveram representando a ACI (Associação Cearense de Imprensa), o Sindjorce (Sindicato dos Jornalistas do Ceará), os já reconhecidos Prêmios Gandhi, da Prefeitura de Fortaleza e do Ministério Público do Ceará, para dar as boas-vindas e prestar apoio ao mais recente entre os certames afins no estado.

O Diretor Organização do Sintaf, Carlos Brasil, esclareceu que o SintafJor foi criado para promover o debate em torno do tributo e da atividade fazendária. “Que seja feito numa linguagem em que a sociedade possa se apropriar”, pontuou. A Coordenadora de Relações Institucionais da Sefaz, Germana Belchior, destacou a relevância do trabalho dos profissionais de imprensa ante a perspectiva de controle social do trabalho desenvolvido pelo servidor fazendário. O Diretor de Comunicação do Sintaf, Nilson Fernandes, contou que o SintafJor lança luzes sobre o papel da Secretaria da Fazenda e a atuação dos servidores da Sefaz. “Queremos contribuir com o debate, e que as pessoas compreendam a função social da nossa atividade”.

Fundação Sintaf – braço solidário dos fazendários 

Se o mundo está em crise, as mudanças na sociedade não podem prescindir da solidariedade, pontuou Liduíno de Brito em sua fala, ao criticar a estupidez da guerra na Ucrânia e evidenciar a paz como caminho. “Somos uma instituição criada pelo sentimento de solidariedade dos servidores da Sefaz, para que a cultura da atual geração possa estar a serviço da população cearense”. Ante a missão da Fundação de promover a divulgação do conhecimento científico, tecnológico, educacional e artístico em benefício da sociedade, o Diretor Geral esclarece que irá direcionar esforços no assessoramento aos pequenos e médios municípios do Ceará. “Se o Estado é referência e paradigma da gestão fiscal estadual, precisamos de um programa de solidariedade fiscal”. Diz mais: “A Fundação apoia o 1º Prêmio Sintaf de Jornalismo. Somos, mais uma vez, solidários ao enaltecer e valorizar os trabalhos produzidos por profissionais da imprensa cearense, para que reconheçam os esforços dos nossos servidores da secretaria da Fazenda”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here